Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Aeronave da ETA explode pneu quando preparava descolagem no Aeródromo de Caia

Uma aeronave de sete lugares pertencente a Empresa Transportes Aéreos – ETA, baseada na Cidade da Beira, estoirou pneu quando se preparava para descolar na terça-feira no Aeródromo de Caia, no distrito do mesmo nome, Norte da Província de Sofala, no Centro de Moçambique.

O Autarca apurou que a aeronave transportava na altura quatro ocupantes, nomeadamente dois passageiros e igual número de tripulantes. Todos ocupantes saíram ilesos. Testemunhas oculares contaram-nos que foi graças a boa experiência do comandante identificado por Moiane que não aconteceu o pior. “A aeronave quando explodiu o pneu estava embalada e o comandante conseguiu controlar o aparelho abortando o voo” – contou uma testemunha que garantiu ao nosso jornal ter presenciado o incidente. Por seu turno, o comandante da aeronave contactado telefonicamente pelo nosso jornal a partir da Cidade da Beira, confirmou- nos o incidente.

Confirmou-nos igualmente que apesar do pânico que o mesmo gerou no seio dos ocupantes todos saíram ilesos e que já haviam superado a depressão. A aeronave acabou ficando retida no Aeródromo de Caia, aguardando o envio da Beira de uma equipa de mecânicos para a sua reparação. Além do pneu que estoirou aventa- se a hipótese do aparelho ter sofrido outros danos. Não precisou as causas que terão originado a explosão do pneu, requerendo-se uma investigação apropriada. A pista do Aeródromo de Caia apresenta um asfalto com muitos pedregulhos. O Aeródromo de Caia construído no tempo colonial está sob gestão da Empresa Pública Aeroportos de Moçambique (ADM-EP).

A ADM volvidos 29 anos desde da sua criação encontra-se actualmente comprometida no desenvolvimento de uma série de investimentos que compreendem a ampliação e modernização das suas infraestruturas aeroportuárias por forma a adequá- las a operacionalidade actual e tendo em perspectiva as previsões de crescimento do tráfego nacional e internacional. Uma das prioridades nas suas atribuições visa a garantia da Segurança na Operação Aeroportuária que se assenta em servir as companhias aéreas, os passageiros, utentes e atendimento à Navegação Aérea.

No entanto, tem se referido que a empresa tem dado maior primazia somente aos princi- pais aeroportos do País, ou seja, onde o tráfego é maior e consequentemente o nível de receitas para a firma também em maior, em detrimento dos vários aeródromos que clamam por trabalhos de melhoria particularmente das suas pistas. É no campo onde se constata o Moçambique real.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!