Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Advogados dão ultimato para libertação de jornalistas na Nigéria

Os advogados dos dois jornalistas detidos dum jornal nigeriano publicando em língua haoussa ameaçaram processar os serviços de segurança do Estado se a sua libertação não acontecer dentro de 24 horas.

A imprensa local indicou, Sexta-feira (28), que o ultimato foi lançado numa declaração publicada pelos advogados dos jornalistas detidos sem acusação desde Segunda-feira.

Os dois jornalistas, Aliyu Musa e Mohammed Saleh, foram detidos durante uma incursão à noite às suas casas em Rigasa, um subúrbio da cidade de Kaduna situada no norte da Nigéria.

Nenhuma razão oficial foi dada para a sua detenção.Segundo algumas especulções, os jornalistas teriam sido detido por publicar no seu jornal o rapto e o desaparecimento de 84 jovens das suas casas em Potiskum, há três meses, no Estado de Yobe, no norte da Nigéria.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!