Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Aduaneiros em esquemas de corrupção em Moçambique

Os vendedores informais estão a travar uma guerra com as autoridades alfandegárias, devido ao aumento sem precedente das taxas de tabelas dos preços de produtos exportados bem como a cobrança ilícita para permitir a fuga ao fisco.

O facto foi revelado pelo presidente da associação dos mukheristas Sudekar Novela, onde afirma que desde os meados do presente ano os informais estão em luta constante com as alfândegas, visto que foi acordado com o governo a fixação de uma tabela de valores a pagar mas que meses depois, isto é, em Abril último, o acordo foi desrespeitado e consequentemente rompido.

Novela aponta que a desorganização dos serviços aduaneiros e retirada da tabela de referência obrigam a que os operadores desta actividade optem pelo aliciamento dos funcionários fronteiriços abrindo espaço para a propagação da corrupção derivado da cobrança ilícita.

A fonte aponta que o outro problema que foi sanado estava relacionado com o oportunismo de alguns importadores que decidiram reduzir a entrada do número de camiões de tomate para o país, de modo a que houvesse uma explosão dos preços daquele produto alimentar, facto que não surtiu nenhum efeito.

Aponta ainda que o índice de vendedores informais tende a crescer em resultado do abandono da actividade formal para o informal, assim como para fugir do rígido processo burocrático e das taxas aduaneiras exacerbadas.

Novela, avança com uma solução para estancar este imbróglio, que passa por o governo moçambicano definir de forma clara as políticas de importação e os processos necessários para que o informal cumpra o que permitiria acabar de uma vez por todas com o oportunismo dos trabalhadores aduaneiros, através de tomada de medidas severas contra os prevaricadores e salvaguardando assim o bom nome do governo.

Por fim, exorta os mukheristas para que cumpram com os seus direitos aduaneiros, para o bem da economia nacional e por outro lado, acrescenta que enquanto propagarem alfandegários que põem em primeiro plano a extorsão financeira dos importadores informais, vai criar condições para o encarecimento dos produtos e uso de esquemas para fuga ao fisco.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!