Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Activados comités de risco nos distritos costeiros de Nampula

Os governos distritais da zona costeira da província nortenha de Nampula, propensas a ocorrência de ciclones, estão a tomar medidas preventivas, com activação dos respectivos comités de risco e gestão de calamidades, por forma a precaver as populações que vivem ao longo daquelas regiões das eventuais destruições que possam ocorrer, caso sejam assoladas pelo já anunciado ciclone Bingiza que assola parte do canal de Moçambique, segundo dados avançados pelo centro de previsão do tempo.

O administrador de Moma, Daniel Ramos, por exemplo, disse que as autoridades do seu distrito já accionaram as actividades dos comités de riscos e gestão calamidades, apesar do actual momento.

Estamos a comunicar as comunidades mais propensas a este tipo de calamidades como se devem proteger, o mesmo acontecendo com os pescadores para que não se façam ao mar nestes dias.

Em termos logísticos, estamos preparados com vista a evacuar as pessoas que eventualmente tenham sido atingidas e alojá-las em locais já estabelecidos, disse o administrador de Moma, ajuntando que até ao meio da tarde de ontem estava tudo calmo.

Por seu turno, o administrador de Mossuril, Agostinho André Manila, que dirige uma região propensa a ventos ciclónicos, afirma que o seu governo tomou já todas as precauções para evitar que ocorram muitas destruições e vítimas, principalmente com acidentes que possam envolver pescadores.

Nos três postos administrativos temos já indicados alguns postos de acolhimento que podem albergar os concidadãos que, eventualmente, venham a sofrer os efeitos nefastos dessa calamidade.

Condicionamos tanques de abastecimento de água em termos de necessidade, mas devo sublinhar que até esta manhã de quarta-feira, o tempo está bom e o mar calmo, disse Manila.

O administrador de Angoche, Rodrigues Ussene, confirmou o estabelecimento de um bom tempo em toda região costeira do seu distrito, mas indica que medidas de precaução foram avançadas, principalmente com os pescadores e parte das populações que residem nas ilhas adjacentes e o seu executivo já identificou todos os locais em diversas localidades para, em caso de necessidade, podermos levar e acomodar os afectados.

Tentamos entretanto, contactar as autoridades de Mogincual, Ilha de Moçambique, Nacala-Porto, Nacala a Velha e Memba, regiões igualmente propícias a ciclones para sabermos da situação, mas não foi possível ter uma informação oficial. Todavia, alguns residentes que tivemos a oportunidade de auscultar, apontam para uma situação de normalidade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!