Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Acidente ferroviário no norte da Índia deixa 80 mortos

Acidente ferroviário no norte da Índia deixa 80 mortos

O número de vítimas fatais na sequência de um acidente de combooio no norte da Índia subiu para 80 na segunda-feira, e há mais de 350 feridos, segundo as autoridades.

O acidente – um dos piores dos últimos anos, num país habituado a catástrofes ferroviárias – ocorreu no domingo no Estado de Uttar Pradesh (norte). O comboio Kalka Mail, com destino a Nova Délhi, parou repentinamente fazendo com que dezenas de vagões descarrilassem e se amontoassem.

Militares e equipes de resgate trabalham há mais de 24 horas para localizar e retirar os corpos dos destroços. “Foi um dos casos mais graves de acidente ferroviário na Índia”, disse Sandeep Mathur, diretor de relações públicas da empresa North Central Railways, acrescentando que um inquérito será aberto. Dois cidadãos suecos estão entre os mortos, segundo Mathur.

O desastre ocorre num momento politicamente delicado para o primeiro ministro indiano, Manmohan Singh, que deve realizar uma pequena reforma ministerial esta semana. O seu aliado político Mamata Banerjee, que recentemente deixou o Ministério das Ferrovias, foi acusado de ter negligenciado os assuntos da pasta para se dedicar a uma campanha eleitoral em Bengala Ocidental. “O Ministério das Ferrovias funciona sem ministro há cerca de quatro meses, desde que Mamata Banerjee assumiu o cargo de ministro-chefe de Bengala Ocidental. Isto demonstra a atitude de indiferença do governo com relação à segurança das pessoas”, afirmou Vijay Pathak, dirigente do principal da oposição, o Bharatiya Janata, em Uttar Pradesh.

A rede ferroviária estatal da Índia é vital para a mobilidade neste país de 1,2 bilhão de habitantes. Todos os dias, 18 milhões de indianos usam os velhos e lotados comboio da rede. Mas a escassez de investimento nas últimas décadas, os frequentes acidentes e os constantes atrasos deixam a Índia bem atrás da China no que diz respeito à construção de uma rede ferroviária compatível com a terceira maior economia da Ásia.

Noutro acidente, cerca de 50 passageiros ficaram feridos, muitos deles em estado grave, por causa de uma suposta bomba que descarrilou um comboio na noite de domingo no Estado de Assam (nordeste).

Pelo menos 336 pessoas morreram e 437 ficaram feridas em acidentes ferroviários na Índia entre abril de 2010 e meados de janeiro de 2011, segundo os últimos dados oficiais disponíveis.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!