Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

A Renamo deve colocar-se no seu lugar de oposição

A chefe da bancada parlamentar da Frelimo, Margarida Talapa, apelou, este domingo (07), ao partido Renamo e ao seu líder, Afonso Dlhakama, a colocarem-se no seu lugar de oposição e, por conseguinte, levar os seus problemas a fóruns próprios onde possam ser debatidos. Talapa falava em reacção aos recentes ataques violentos supostamente protagonizados pelos homens da “Perdiz” na região de Muxúngè, na província de Sofala.

Segundo Talapa, não faz sentido que a Renamo recorra à violência para resolver os seus imbróglios com o Governo, uma vez que como oposição, neste caso a “Perdiz”, tem assentos no Parlamento moçambicano e o seu líder é membro do Conselho de Estado, órgãos através dos quais tem a possibilidade de poder dialogar com o Governo e com a Frelimo.

“Pensamos nós que as diferenças não devem ser resolvidos através da violência.A violência não nos leva a lado nenhum. Vai retroceder o progresso do país, não vamos consolidar a paz e o povo quer viver com tranquilidade”, sustentou a chefe da bancada maioritária.

Talapa apelou ainda ao diálogo e reflexão para se evitar situações de conflito. “Eu penso que nós os partidos políticos não devemos resolver as nossas questões em violência. Temos o diálogo como a melhor via para a resolução dos nossos conflitos”, disse.

“Os ataques da Renamo são evitáveis”

Por seu turno, a Presidente da Assembleia da República (AR), Verónica Macamo, considera que os “tristes” ataques da Renamo são evitáveis.

No seu entender, é preciso que todas as forças vivas da sociedade se concentrem no que ela considera ser o mais importante: o combate a pobreza. “Eu acho que o que os moçambicanos devem fazer é sempre que houver um problema tentarem conversar, porque é dialogando que podemos ultrapassar as diferenças”, afirma Verónica Macamo, sublinhando que “as armas não fazem bem a ninguém e a guerra provoca destruição”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!