Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

A ntyiso wa wansatititi -Mistérios da Fé

Eu não sei o que pensar sobre isto, querida Tia Eugénia, eu que sempre ajudei o senhor prior desde pequena, rezo todas as noites e fiz tantas novenas, mas fiquei mesmo em estado de choque quando li numa revista que tinham encontrado o túmulo de Cristo em Jerusalém.

Parece que foi aquele senhor com uma cara muito simpática, o realizador do filme Titanic que deu com a coisa, diz que encontrou duas urnas com as ossadas de Jesus Cristo e de Maria Madalena e eu lembrei-me logo da história do Código da Vinci, de ela ser mulher dele e sabe uma coisa, Tia Eugénia? Cá para mim até faz sentido eles terem sido casados, se o Cristo era jovem e bonito porque é que não havia de ter uma namorada?

Eu também tive um namorico quando era gaiata com um rapaz lá do coro da igreja, a Tia lembra-se dele, o Fernando, a gente roubava hóstias ao senhor prior e ele punha-me as mãos nos joelhos durante a missa, mas o meu pai acabou logo com aquilo, a culpa foi sempre do meu pai, nunca me deixou namorar e só quando ele morreu é que comecei a sair de casa sem trela nem açaime, de modos que o Fernando mudou de cidade, parece que um dia foi para Ibiza passar férias e nunca mais de lá voltou.

Que sorte a do Fernando, não ter um pai como o meu que nunca me deixou ir estudar para Santarém e me obrigou a trabalhar na loja dele aqui da aldeia. Só vi o Titinic e o Código da Vinci porque ele já tinha morrido, mas por causa dele nunca consegui ter um namorado e não vai ser agora depois de velha e cheia de varizes e cabelos brancos que me vou dar a esses preparos. Mas tenho andado com o sono sobressaltado a pensar se é mesmo verdade que encontraram as ossadas do meu santo Cristo, e se provarem que os ossos dele foram enterrados com os dela, então lá vai a verdade toda por água abaixo, afinal o Cristo não era casto e a Madalena não era nenhuma meretriz, como eles nos ensinaram na catequese.

Eu não sei o que é que a Tia pensa disto tudo aí fechada na casa das freiras em Fátima onde o pai a pôs alegando que a Tia estava maluca, mas um dia destes largo daqui para Santarém, apanho a carreira até ao Santuário e vou passar o dia consigo para conversarmos sobre estas e outras coisas.

Talvez a Tia me possa explicar porque é que o pai a conseguiu convencer a viver no meio das freiras, porque é que a minha mãe nunca voltou de Cabinda e o meu irmão António ficou por lá com ela. Afinal, toda a minha vida foi paralisada pelo medo e por tantos mistérios, que se descobrirem que Jesus e Madalena afinal eram mesmo marido e mulher e fizerem um filme sobre isso, pode ser que o senhor do Titanic se meta nesses preparos, se ele anda a vasculhar nos túmulos por alguma razão há-de ser, até me sentia muito feliz por eles. É que o Senhor afinal também tinha direito à vida como todos temos, e talvez eu perceba porque é que a Tia foi aí fechada como uma louca e o meu pai nunca me deixou ser uma mulher.

Mistérios da fé, é o que é.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!