Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

A campeã chegou

A campeã chegou

Um tanto desacreditada, envolta em desconfianças especialmente depois de perder para o México por 2 a 1, em jogo amistoso disputado em Bruxelas, na Bélgica, a Itália colocou os pés na África do Sul esta quarta-feira. Missão: tentar defender o título de 2006.

A Squadra Azzurra, por volta de 10h30, entrou com seu autocarro no pátio do Leriba Lodge, em Centurion, cidade pacata, ao lado de Pretória. No muro externo do local, uma foto gigante mostrava o capitão Fabio Cannavaro erguendo a taça do último Mundial.

Os atuais campeões foram recebidos com festa dentro e fora do hotel. Moradoras locais ficaram nos passeios, reuniram-se e cantaram a Shosholoza, música que já é o hino oficioso da Copa do Mundo. Cerca de dez italianos também marcaram presença. Com camisas e bandeiras, puderam ver os ídolos de perto, mas só pelas janelas do autocarro. Alguns atletas acenaram em retribuição pela recepção. No hall do hotel, funcionárias fizeram o mesmo. Com bandeiras da Itália na mão, cantaram a Shosholoza e já deram aos jogadores um pouco do clima do Mundial.

A boa notícia para os italianos é a presença de Andrea Pirlo, figura central da Azzurra. Ele sofreu uma lesão muscular na perna esquerda e viajou com o restante da delegação. O porém é que o médio podera só alinhar na terceira jornada, contra a Eslovênia.

Os italianos estão no Grupo F, que tem, além da Eslovênia, Nova Zelândia e Paraguai. A estreia é contra os sul-americanos, segunda-feira, na Cidade do Cabo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!