Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

6 mil alunos estudam ao relento

Pouco mais de seis mil alunos matriculados nos estabelecimentos de ensino no distrito de Nacarôa assistem às aulas sentados no chão, uma situação que, aliada à existência de muitas turmas, sobretudo do ensino primário constituídas por cerca de 200 alunos cada, influencia negativamente no processo de ensino e aprendizagem.

Dados disponíveis apontam que o distrito inscreveu para o corrente ano lectivo um universo de 31.535 alunos, dos quais 14.251 raparigas. O aproveitamento pedagógico apurado no final do primeiro trimestre situou-se em cerca de 83 por cento. Esta percentagem seria superada se as condições para a aprendizagem por parte dos alunos tivessem conhecido um melhor nível de melhoria, sobretudo em termos de carteiras.

O sector de Educação, Juventude e Tecnologia em Nacarôa refere que a falta de mobiliário escolar afecta um total de 33 turmas do ensino primário. A situação é justificada com o facto de, na altura da elaboração do projecto da construção acelerada de infra-estruturas escolares naquele distrito do interior, não ter sido contemplada a componente de apetrechamento Muitas turmas do EP1 são constituídas por cerca de 200 alunos, uma situação inaceitável do ponto de vista pedagógico que deriva da insuficiência do efectivo de professores para todas classes ao nível do sistema de ensino em Nacaroa. Para cobrir o défice existente de professores, relacionado com a existência de turmas numerosas, leccionação do segundo turno e horas extraordinárias, Nacarôa precisa de 152 docentes de diferentes níveis de formação.

A rede escolar do distrito, que no ano passado era constituída por 60 unidades, conheceu uma evolução com a abertura de mais duas, uma das quais de nível secundário do primeiro ciclo no posto administrativo de Nachere, onde os graduados do EP2 eram obrigados a deslocar-se à vila sede distrital para prosseguir os estudos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!