Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

40 toneladas de madeira exportadas ilegalmente no Niassa

Perto de 40 toneladas de madeira do tipo pau-preto foram ilegalmente exportadas por operadores estrangeiros, entre 2010 e 2011, supostamente com a anuência do Governo da província do Niassa, numa altura em que se aguardava pela avaliação da área abatida para atribuição da quota a exportar.

A denúncia está a ser feita pela Direcção Nacional de Terras e Florestas do Ministério da Agricultura (MINAG), indicando, em seguida, que a zona abatida está reservada para a chamada “área de conservação florestal”.

Tendo tomado conhecimento da ocorrência, o Ministério da Agricultura suspendeu de imediato a extracção daquela espécie de madeira, medida tornada efectiva no presente ano de 2013, reiterando que “tecnicamente o corte não deve ocorrer porque é ilegal”.

Estima-se que cerca de 1,1 milhão de toneladas de madeira da espécie pau-preto produzida em Moçambique deverá ser exportado até finais de 2013, de acordo ainda com a Direcção Nacional de Terras e Florestas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!