Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

31 alunos encontrados na posse das respostas de filosofia durante a prova

As últimas avaliações trimestrais em curso nas escolas da cidade de Maputo estão a ser manchadas por fraudes académicas. Na escola secundária Armando Guebuza, por exemplo, 31 alunos de diferentes turmas foram encontrados na posse de um guião de respostas da prova de Filosofia.

Face a esta situação, a direcção da escola não teve outra opção se não anular o teste. O mesmo poderá ser realizado esta sexta-feira.

Segundo a edição desta Sexta-feira do “O Pais”, na verdade, este assunto está a ser gerido silenciosamente pelas autoridades de educação da cidade de Maputo. Adianta que a situação “é tão grave” que até parece genérica para todas as escolas da capital.

Os estudantes explicam ainda que a fraude não só foi detectada na avaliação de filosofia, mas sim em todas feitas. Em média, cinco estudantes eram surpreendidos em situações fraudulentas.

Mas a Escola Secundária Armando Guebuza não é a única em que se reportam casos de fraude académica.

Na Escola Secundária Josina Machel há relatos de que os professores de matemática recusam-se a corrigir os testes por estarem convencidos de que os alunos tiveram os enunciados antes da realização das provas.

É que na prova de matemática, por exemplo, que até tinha seis questões de matérias não leccionadas, os alunos conseguiram responder ao teste em menos de 15 minutos.

E, numa análise superficial, os professores, que não quiseram dar a cara por temer represálias, dizem que os alunos acertaram na maior parte das perguntas, por isso, desconfiam que os mesmos tenham tido acesso aos enunciados antes da realização das provas.

Segundo o jornal, facto semelhante também se registou nas escolas secundárias da Manyanga e Quisse Mavota. Todavia, as respectivas direcções não confirmaram os casos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!