Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

25 mil pequenos produtores agrícolas com subsídios para fertilizantes

Cerca de 25 mil pequenos produtores agrícolas das zonas Centro e Norte do país estão, desde 2010, a beneficiar de subsídios do Governo na compra de fertilizantes da África do Sul.

A medida visa minimizar os elevados custos de importação e de distribuição dos postos de venda para as áreas de cultivo, segundo dois investigadores do Instituto Internacional de Pesquisas sobre Política Alimentar dos Estados Unidos da América (EUA) que acabam de realizar um estudo sobre uso de fertilizantes em Moçambique.

Trata-se dos investigadores Todd Benson e Tewdaj Mogues que, em jeito de recomendação, aconselham o Governo moçambicano a ser mais cauteloso e chamar para si a responsabilidade pela sua importação e definição de áreas agrícolas a usar estes produtos.

Esta chamada de atenção surge depois de eles terem concluído que Moçambique está a usar os fertilizantes em áreas que não precisam dos mesmos devido à fertilidade dos solos, contrariamente ao que está a acontecer em países vizinhos como Malaui e Tanzânia, segundo ainda Benson e Mogues.

Eles explicam que naqueles países os respectivos governos chamam para si a responsabilidade da importação e distribuição pelos produtores como forma de minimizar os custos e melhor uso dos mesmos em áreas que necessitam.

Em Moçambique, a importação dos fertilizantes está a ser feita por empresas de produção de tabaco e açúcar, responsáveis por cerca de 51,4 mil toneladas introduzi- das no país entre 2010 e 2012, das quais cerca de 5% foram entregues aos pequenos agricultores do sector familiar.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!