Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

2013 em Retrospectiva: mês de Julho

2013 em Retrospectiva: mês de Julho

Para o mês de Julho em retrospectiva apura-se a conquista da Taça das Confederações pelo Brasil , a quebra de recorde africano dos 100 metros em Atletismo por Moçambique, a conquista duma medalha de bronze no “Mundial” de ginástica por Moçambique, a primeira viagem do Papa Francisco ao estrangeiro, e o facto de Morales ter sido obrigado a aterrar em Viena face a rumores de que viajava com Snowden.

Brasil conquista Taça das Confederações

O anfitrião Brasil conquistou pela terceira vez consecutiva e quarta na sua história, a Taça das Confederações em futebol ao vencer a campeã mundial e europeia Espanha, por 3 a 0. A partida teve lugar no mítico Maracanã.

Fred, aos 02 e 47 minutos, e Neymar aos 44, apontaram os tentos da formação comandada por Luís Felipe Scolari, num embate em que Sérgio Ramos falhou uma grande penalidade aos 54 e Piqué viu o vermelho directo aos 68. Na nona edição da prova, os brasileiros repetiram os triunfos de 1997, 2005 e 2009, acabando com uma série de 29 jogos consecutivos sem perder com os espanhóis em jogos oficiais (desde a estreia no “Mundial” de 2010) e 26 sem desaires em todos os encontros.

O brasileiro Neymar, reforço do FC Barcelona, foi eleito o melhor jogador da edição 2013 da Taça das Confederações em futebol, depois de ser escolhido como o jogador mais valioso da final. A bola de prata, prémio para o segundo melhor jogador do torneio, foi entregue ao espanhol Andrés Iniesta, enquanto o trinco brasileiro Paulinho foi galardoado com a bola de bronze.

Moçambique quebra recorde africano dos 100 metros em Atletismo

Moçambique esteve presente no Campeonato Mundial de Atletismo para pessoas deficientes entre os dias 19 e 28 de Junho do ano em curso, na cidade francesa de Lyon. O país não conquistou nenhuma medalha e mesmo assim quebrou o recorde africano na corrida de 100 metros.

A delegação moçambicana era composta por apenas dois atletas e um treinador, nomeadamente Guildo Zacarias, Maria Muchavo e Narciso Faquir, respectivamente. Em masculinos, Moçambique competiu na prova dos 400 metros na categoria deficiência visual T11 e 100 metros, T12, em femininos.

No que diz respeito a corridas, Guildo Zacarias apurou-se para a final de 400 metros, tendo terminado na oitava e penúltima posição, enquanto Maria Muchavo, que em termos competitivos não passou das meias-finais, estabeleceu o novo recorde africano dos 100 metros com um tempo de 13 segundos e 11 centésimos.

Moçambique conquista uma medalha de bronze no “Mundial” de ginástica

Moçambique conquistou uma medalha de bronze no segundo Campeonato Mundial de Ginástica Geral, prova que teve lugar na Cidade de Cabo, África Sul, entre os dias 11 e 13 de Julho. Para o “Gym for Life Challengue”, designação oficial da prova, dos cerca de 1.500 ginastas de todo o mundo, a selecção nacional era composta por 19 praticantes, entre eles membros do Ginásio Physical e estudantes da Faculdade de Educação Física e Desporto da Universidade Pedagógica.

O campeonato foi dividido em quatro grupos por categorias, sendo que Moçambique esteve integrado no que era destinado a exercícios de ginástica com e sem aparelhos, a par da Suíça, Áustria, Suécia, Rússia, Alemanha e da anfitriã África do Sul. Foi neste agrupamento conquistado pela Áustria que a selecção nacional terminou na terceira posição e com direito a medalha de bronze.

Primeira viagem do Papa Francisco ao estrangeiro

Em Julho, o Papa Francisco, eleito a 13 de Março, efectuou a sua primeira viagem ao estrangeiro, concretamente ao Brasil, no âmbito da XXVIII Jornada Mundial da Juventude, que decorreu na cidade do Rio de Janeiro.

Para o Vaticano, a primeira saída para o exterior do Papa Francisco foi um sucesso, para além de toda a expectativa. Dado o carisma desse argentino, não havia muitas dúvidas sobre o êxito, mas, aos 76 anos de idade, esse “jovem” Papa superou com brilho essa prova, resultado nada evidente para um neófito, como foi o caso do tímido Bento XVI durante a Jornada Mundial da Juventude de Colónia.

Foi para ele, além disso, um duplo exercício: uma primeira viagem ao seu continente de origem e uma Jornada Mundial da Juventude bastante turbulenta, durante a qual o Papa teve que demonstrar a sua habilidade com jovens que poderiam ser seus netos. Esse sucesso projectou o pontificado de uma certa maneira numa órbita internacional, que anteriormente havia sido alcançada virtualmente, através dos media, mas que ainda não tinha sido testado pelo fogo da acção.

Morales obrigado a aterrar em Viena face a rumores de que viajava com Snowden

Proveniente da Rússia, o avião do Presidente da Bolívia, Evo Morales, foi obrigado a uma escala imprevista em Viena, na Áustria, depois de correrem rumores de que o informático norteamericano, Edward Snowden, procurado pelos Estados Unidos, se encontrava a bordo. Essa informação foi desmentida pela Bolívia, mas Portugal recusou uma escala técnica do avião presidencial, ao mesmo tempo que a França impediu que a aeronave sobrevoasse o seu espaço aéreo.

Snowden pediu asilo a duas dezenas de países. Entretanto, apesar de não ter emitido uma decisão oficial, o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, manifestou o seu apoio, perguntando se “um jovem de 29 anos é suficientemente corajoso para dizer a verdade sobre a espionagem realizada pelos Estados Unidos e o seu plano para controlar o mundo, quem deve protegê-lo?”. Washington dizia ter “boas esperanças” de que Snowden, refugiado no principal aeroporto de Moscovo, seria entregue aos Estados Unidos, depois de vários países lhe terem recusado asilo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!