Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

1.700 famílias deslocadas sem abrigo em Goma na RD Congo

Mais de 1.700 novas famílias deslocadas pelos recentes combates nas localidades vizinhas de Goma passam as noites ao relento, no leste da República Democrática do Congo (RD Congo), revelou, Segunda-feira (22), o governador do Kivu-Norte, Julien Paluku.

Segundo o governador do Norte-Kivu, a situação dos deslocados exige uma assistência humanitária por parte do Governo central, das Organizações não Governamentais e das Agências do Sistema das Nações Unidas.

Ele lançou um “SOS” ao Governo central e à toda a comunidade internacional para assistir estes deslocados, estando as autoridades locais “asfixiadas” pelos problemas na região.

Paluku apelou igualmente para o apoio das operações actuais contra as unidades do grupo rebelde “M23” nos arredores de Goma.

“Se Kibati, Kanyaruchinya (…) forem evacuados, as populações poderão regressar às suas localidades e retomar a sua vida normal, e vai evitar-se o drama humanitário em Goma”, indicou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!