Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Zimbabweana detida em Manica na posse de cocaína

A Polícia moçambicana (PRM) deteve, semana passada, uma cidadã zimbabweana em Machipanda, distrito de Manica, na província central com o mesmo nome, por ter sido encontrada na posse de 10 gramas de cocaína Falando na terça-feira, em Maputo, o portavoz do Comando-Geral da PRM, Pedro Cossa, disse que a jovem, de 29 anos de idade, foi surpreendida na passada terça-feira quando tentava atravessar a fronteira de Machipanda, de Moçambique para o Zimbabwe. “Ela tinha 10 gramas de cocaína nos órgãos genitais”, disse Cossa, falando durante uma conferência de imprensa destinada a dar a conhecer o informe policial sobre a situação criminal no país durante a semana passada, sem, contudo, revelar o nome da criminosa invocando a necessidade de presunção da sua inocência.

Segundo explicou a fonte, actualmente, a Polícia está a investigar como esta cidadã terá introduzido a droga nessa zona do corpo e as outras informações relevantes sobre esse crime. Ainda neste contacto com a imprensa, Cossa lamentou o facto de, nos últimos dias, haver uma tendência de “subida galopante” de crimes de assassinato de filhos pelos pais ou viceversa. A título de exemplo, ele falou do crime de homicídio voluntário registado, Segunda-feira em Magoanine, arredores na cidade de Maputo, em que um jovem de apenas 22 anos de idade matou brutalmente a sua própria mãe com recurso a um martelo.

“Independentemente das causas, não há razão para ele tirar a vida a alguém, muito menos a sua própria mãe”, disse o porta-voz da Polícia, ajuntando que neste momento o jovem criminoso encontra-se detido na 14/a esquadra da Polícia, localizada no bairro de Laulane. Um outro caso relatado pela Polícia é do homem de 59 anos de idade do distrito de Massinga, província sulista de Inhambane, que na segunda-feira da semana passada alvejou mortalmente o seu próprio filho, com recurso a uma arma de fogo de fabrico caseiro.

A província central da Zambézia foi também palco de um crime de dimensões similares aos acima descritos. Um jovem de 27 anos matou a sua mãe por esta não ter tido comida para o servir quando ele regressou a casa. Um bebé recém-nascido da província de Tete, também no Centro do país, escapou a morte graças a intervenção popular após a sua própria mãe ter a tirado numa latrina.

Estes são apenas alguns crimes cometidos no país nos últimos dias. Só durante o intervalo de 10-16 de Outubro corrente, a PRM registou um total de 251 casos criminais, uma subida considerável em relação aos 216 notificados em igual período do ano passado. Destes crimes, 161 são contra a propriedade (roubos e furtos) e outros 77 contra pessoas (homicídios e ofensas corporais).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!