Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frelimo tem 27 milhões para helicópteros

A campanha de Guebuza faz um uso intensivo dos quatro helicópteros. O Boletim estima que a Frelimo esteja a gastar quase 27 milhões de meticais pelo uso desses helicópteros. Isto significa que a Frelimo vai gastar o equivalente a mais de metade do financiamento do Estado para toda a campanha eleitoral (50 milhões de meticais) só em aluguer de helicópteros. Isto mostra que a Frelimo tem muito mais dinheiro do que qualquer outra força política em Moçambique para fazer campanha eleitoral.

Cada um dos 4 helicópteros (Bell 206-Jetrangers) usados pelo candidato Armando Guebuza custa 19.000 meticais ($700) por hora de vôo, sem incluir o combustível, taxas aeroportuárias e custos com a atribulação (acomodação, refeições e transporte terrestre) que são integralmente assumidos por quem aluga os helicópteros. Os custos acima não incluem ainda a movimentação dos helicópteros de Lanseria para Maputo. Cada helicóptero precisa de 4 tripulantes, incluindo o pessoal de apoio logístico em terra.

No total, nós estimamos o custo dos helicópteros em perto 27 milhões de meticais (milhão $1). Estes helicópteros pertencem à Nacional Airways Corporation, baseada no aeroporto de Lanseria em Pretoria, África do Sul. O assunto dos helicópteros levanta inquietações relacionadas com a transparência e contornos do contrato, sobretudo, porque o presidente Armando Guebuza usou, muito recentemente, o mesmo tipo e número de helicópteros para fazer as suas presidências abertas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!