Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Zayn Malik, do One Direction, gera polêmica ao tuitar “#FreePalestine”

Zayn Malik, cantor do fenómeno pop mundial One Direction, gerou uma forte onda de reacções na internet após postar na sua conta pessoal no Twitter “#FreePalestine” (“Palestina livre”), em apoio ao povo palestino enquanto decorrem ataques israelitas a faixa de Gaza.

“Se alguém que você ama diz que quer você morto, você continua amando-lhe?”, questiona uma das milhares de respostas críticas à mensagem, entre as quais há ameaças de morte, segundo o jornal “The Mirror”.

A hashtag “#FreePalestine” de Malik, que tem origens paquistanesas, já foi retuitada por mais de 208 mil pessoas e gerou outros dois “trending topics” (temas mais falados) em direções opostas: #ZaynYouHaveFansinIsrael (“Zayn, você tem fãs em Israel”) e #ZaynDontBeAfraid” (“Zayn, não tenha medo”).

Até o momento, nenhum dos outros quatro componentes do One Direction pronunciou-se sobre o caso. A banda, que, com apenas quatro anos de estrada e três discos no mercado, acumula mais de 30 milhões de cópias vendidas no mundo todo e um enorme sucesso entre adolescentes.

O jovem britânico não é o primeiro artista que manifesta o seu apoio ao povo palestino, que desde que a atual ofensiva israelita sobre Gaza começou causou a morte de 1.130 mortos e feridos de diversa consideração para 6.500 pessoas.

O músico e produtor musical Brian Eno e o vocalista do Pearl Jam, Eddie Vedder, estão entre os músicos que manifestaram-se publicamente contra as acções do exército israelita, enquanto Neil Young cancelou o concerto que deveria ter realizado em 17 de julho em Tel Aviv pela “especial situação de segurança”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!