Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Zavala reactiva produção de sal

O distrito de Zavala, província meridional de Inhambane, reactivou a sua indústria de produção de sal, após ter sido interrompida durante longos anos devido ao conflito armado entre as forças governamentais e a guerrilha da Renamo (1976/1992).

Em declarações em exclusivo ao Correio da manhã, o administrador de Zavala, Arlindo Maluleque, indicou que a média anual de produção salina é estimada em cerca de 300 mil toneladas, pelo menos de 2010 a esta parte.

Basicamente, o produto abastece o mercado local, perpectivando-se num “futuro próximo” vendê-lo em outras províncias bem como exportá-lo, já que as perspectivas de aumento de produção são nítidas.

Entretanto, Maluleque declinou avançar o volume de investimento aplicado para a reactivação da indústria salina em Zavala, referindo apenas que grande parte dos produtores beneficia-se do Fundo de Desenvolvimento Distrital, vulgo “sete milhões” de meticais.

O sal produzido em Zavala chegou a ser tido como “o melhor de Moçambique” antes da interrupção da sua produção. O distrito de Zavala, com uma população de cerca de 139.640 habitantes, para além de ser um ponto de atracção turística, possui grandes potencialidades nas áreas de agro-pecuária e pesca.

Maluleque falava ao Cm no âmbito da “Presidência Aberta e Inclusiva” à província de Inhambane que decorre até esta quinta-feira, dia 22 de Maio corrente. Naquela província, Guebuza irá escalar igualmente os distritos de Massinga, Mabote e cidade de Inhambane.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!