Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Yolanda Chicane conquista o sexto prémio no Ngoma

Banda Kakana promove Serenata em Maputo

Em 2012, a conceituada cantora moçambicana, Yolanda Chicane, caminhou em direcção à gloria. Na 25ª edição do Ngoma Moçambique – um dos maiores eventos de música nacional – depois dos cinco prémios conquistados outrora, desta vez, com a canção “Gaxa”, a artista impôs-se como a intérprete com a melhor voz. No entanto, a melhor canção do país chama-se “Amai” e pertence à banda Massukus.

No próximo ano, 2014, a banda Kakana – cuja vocalista é a talentosa Yolanda Chicane – irá celebrar dez anos da sua existência. É muito tempo. No entanto, no contexto moçambicano, ao que tudo indica, não é o suficiente para que esta colectividade artístico-musical reunisse condições para gravar um trabalho discográfico. De qualquer modo, no mínimo, foi bastante para que a mesma provasse a sua excelência.

Em face disso, até 2012, o grupo Kakana já possuía um total de seis prémios. Um, com a canção “Suhura”, na categoria fusão, foi conquistado no programa Mozambique Music Awards. Os demais cinco foram “arrancados” do Ngoma Moçambique.

Na verdade, a documentação produzida sobre a banda Kakana revela que, nos anos transactos – no Ngoma Moçambique – este conjunto ganhou dois prémios na categoria de Melhor Voz, mais outros três nas categorias de Melhor Banda, Música Fusão e Prémio Revelação.

Na edição do mesmo ano (2012) do Ngoma Moçambique – cujos resultados foram publicados no dia 23 de Março em curso – a intérprete Yolanda Chicane voltou a sagrar-se vencedora na secção da Melhor Voz Feminina de Moçambique. O feito valeu-lhe 50 mil meticais e um troféu.

Se, por um lado, o prémio que, como resultado de um trabalho meritório, vem em boa hora, por outro, é um (bom) indicador de que a artista percorre os trilhos planificados. Ou seja, os caminhos dos seus sonhos. É que, como em certa ocasião Yolanda dissera, os alvos da sua carreira são sublimes, afinal, “quero que a minha música seja um legado para a humanidade”.

Outros vencedores

A cerimónia para a divulgação dos vencedores do Ngoma Moçambique 2012 decorreu na cidade de Manica, província com o mesmo nome. Ao certame concorreram “40 canções, 12 das quais se sagraram finalistas e ganharam o direito de disputar o prémio da Canção Mais Popular e de fazer parte do espectáculo”.

A par dos finalistas, os músicos Célio Figueiredo, Djipson Mussendze e os Djaaka participaram na gala final. No entanto, além da categoria da Música Mais Popular – cuja escolha do artista vencedor depende do voto popular – o júri (constituído por Hortêncio Langa, Isabel Mabote, Júlia Muitu, Nassurdine Adamo e Cândida Mata) deliberou sobre os triunfantes.

Assim, a banda Massukus, com a música “Amai”, ganhou o prémio Melhor Canção e um prémio de 65 mil meticais. Kekey, com a composição “Zena”, venceu o prémio da Música Mais Popular. A Melhor Voz Masculina do Ngoma 2012 pertence ao conceituado cantor Aly Faque, que auferiu 50 mil meticais como galardão.

A radialista Nilsa Manjaque, que também se dedica à música, com a canção “Não é o fim” – uma composição de consciencialização social sobre a luta contra a SIDA – a par do músico Chenjerai Tobias, o intérprete do tema “Kwatakakurira”, são os vencedores nas categorias do Prémio Revelação Feminina e Masculina, respectivamente. Ambos tiveram como prémio 35 mil meticais.

Os prémios Carreira e Fusão foram atribuídos aos músicos Nhancalize e Sandra Isaías, esta última com a música “Fofo”, respectivamente. Ambos receberam um valor de 35 mil meticais, incluindo estatuetas pela sua participação.

Recorde-se que a edição 2012 do Ngoma assinala o 25º aniversário da existência da referida parada musical promovida pela Rádio Moçambique. A próxima será realizada, em 2014, na cidade de Maputo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!