Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhoquice do ano: Recrutamento compulsivo na Beira

Xiconhoquices da semana: Funcionários públicos obrigados a participar na campanha eleitoral; Falta..

À lista das maiores Xiconhoquices do ano 2013 os leitores do @Verdade adicionam o recrutamento compulsivo de jovens na Beira protagonizado pelas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e outros agentes militares, alegadamente para serem incorporados nas fileiras do Exército moçambicano.

Há com cada xiconhoquice! O recrutamento compulsivo de jovens na cidade da Beira é um deles. Depois da agitação a que se assistiu naquela urbe no final do mês passado devido ao recrutamento protagonizado pelas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e outros agentes militares, alegadamente para serem incorporados nas fileiras do Exército moçambicano, dois indivíduos foram detidos na cidade de Dondo, província de Sofala.

Porém, os indiciados de recrutamento compulsivo afirmaram que perpetraram o acto em nome do Movimento Democrático de Moçambique (MDM). Mas um jovem que sobreviveu ao recrutamento militar compulsivo e à densa mata da província de Sofala conta o drama por que passou, desmentido, assim, informações segundo as quais se tratava de um boato.

Segundo o jovem, nas matas de Gorongosa, para além das Forças de Defesa e Segurança também há instrutores militares estrangeiros que dirigem dois grupos de treinos dos novos recrutas, com os quais era difícil comunicar porque se expressavam somente em língua inglesa.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!