Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Sasol; Juiz que solta caçadores ilegais; Tio Brígido

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Sasol

É, sem dúvidas, o cúmulo da estupidez e desrespeito aos moçambicanos o que se tem vindo a assistir na província de Inhambane nos últimos tempos, sobretudo no ramo da exploração de recursos naturais. Há 16 anos explorando o gás natural, a empresa sul-africana Sasol continua a excluir as pequenas e médias empresas nos negócios, optando por contratar empresas estrangeiras e mão-de-obra sul-africana, em detrimento dos moçambicanos. A desculpa é sempre a mesma de que as empresas locais não reúnem qualidade para prestarem serviços aquela firma.

Juiz que solta caçadores ilegais

Não há dúvidas que o nosso sistema judiciário está embriagado de vícios. os juízes, por exemplo, ao invés de exercerem as suas funções com zelo e profissionalismo, têm se envolvido em promiscuidade de bradar aos céus. Recentemente, alguns caçadores furtivos foram detidos na posse de pangolins, porém, os mesmos foram solto por ordem de um juiz provincial, alegando que não havia matéria. O Xiconhoca não ficou apenas por aí. No auge da sua incompetência chegou a ameaçar os fiscais que apanharam os furtivos.

Tio Brígido

É inquietante o facto de a Força Aérea de Moçambique abrigar indivíduos de má conduta e sem nenhum respeito pela dignidade humana, como é o caso do sujeito conhecido simplismente por tio Brígido. O Xiconhoca, que é dado como foragido após ter sido detido pela Polícia da República de Moçambique (PRM), violou sexualmente uma criança de 10 anos de idade, na cidade de Maputo. Este indivíduo não só devia ser expulso da Força Aérea, como também deveria ser castrado, devido ao seu acto que certamente irá deixar sequelas na menor.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!