Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: PIC e PGR; José António; MBS

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

PIC e PGR

É, simultaneamente, vergonhoso e preocupante a inércia da Polícia de Investigação Criminal (PIC) e a Procuradoria-Geral de República (PGR). Passam precisamente 16 anos após o assassinato do economista Siba-Siba Macuácua, porém, até então nada foi feita. Ou seja, nenhuma pista dos indivíduos que comenteram essa atrocidade foi encontrada e tampouco sabe-se as razões que motivaram essa bárbaro crime. O mais indignante nessa história toda é o silêncio cúmplice da PIC e da PGR. Aliás, é revoltante a atitude daquelas instituições que se limitam aos casos relacionados com os pilha-galinhas.

José António

O cidadão que responde pelo nome de José António é, diga-se em abono da verdade, um Xiconhoca da pior estirpe na face da terra. Pela tamanha barbaridade que cometeu, o sujeito deveria merecer prisão perpétua. O indivíduo abusou sexualmente e, posteriormente, assassinou uma cidadã de 33 anos na província de Manica. Após o acto macabro, José enterrou o corpo da jovem ao lado de um forno destinado à queima de carvão. O Xiconhoca, que confessou o crime, era vizinho da vítima, e teria aliciado a senhora par acompanhá-la a um lugar. Dementes como José António não deveriam merecer a vida que têm.

MBS

Não basta a subida galopante dos preços dos produtos de primeira necessidade que os moçambicanos têm estado a sentir na pele todos os dias, agora os consumidores são forçados a adquirir produtos com o prazo de validade vencido. E essa situação indignante é promovido pelo supermercado no Maputo Shopping Center, pertencente ao grupo MBS. Este estabelecimento comercial tem estado a vender produtos alimentares fora do prazo e com sinais evidentes de deterioração. Foram recolhidas pouco mais de quatro toneladas de produtos deteriorados. Xiconhocas!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!