Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: LAM; Jeremias Timana; Políticas do Governo para criança

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

LAM

A cada dia que passa, vai ficando evidente que da empresa Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) não se pode esperar grande coisa. Quando a situação parecia estar totalmente normalizada, eis que a nossa famosa companhia de bandeira voltou a fazer das suas. Começa a aser pura ingenuidade acreditar nas LAM. Cancelamentos e atrasos de vôos sem comunicar os passageiros, para não falar das constantes avarias das aeronaves. Neste andar de carruagem, as LAM concorrem para o prémio do maior Xiconhoca de todos os tempos.

Jeremias Timana

Há Xiconhocas que não conseguem desfarçar a sua estupidez congénita e falta de bom senso. É o caso do senhor Jeremias Timana, Secretário-geral da Confederação Nacional dos Sindicatos Independentes e Livres de Moçambique (CONSILMO). O Xiconhoca, não conseguindo desfarçar a sua promiscuidade, veio a público repudiar a decisão do Conselho Constitucional sobre a insconstitucionalidade no assunto referente à expulsão de empresários estrangeiros pelo titular da pasta de Ministério do Trabalho e Segurança Social, em caso de uma infracção laboral. Quanta vergonha!

Políticas do Governo para criança

Moçambique não é apenas penoso para os idosos, é também para as crianças. Ou seja, ser criança em Moçambique é um autêntico exercício de sobrevivência, pois o Governo está a marimbar-se para os direitos desta camada da população. As políticas do Governo para as crianças são quase inexistentes, deixando os menores ao deus-dará. Nada é feito para melhorar a situação da criança no país. Segundo um relatório da Save the Children, os petizes sofrem todo tipo de abusos e violência. Um país que maltrata as suas crianças, o futuro da nação só pode ser desastroso.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!