Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Gestores da EDM; Filipe Jacinto Nyusi; Frelimo e Renamo

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os nossos leitores elegeram os seguintes xiconhocas na semana finda:

Gestores da Electricidade de Moçambique

Já não constitui novidade para ninguém que os serviços prestados pela Electricidade de Moçambique (EDM) são maus. Os cortes no fornecimento de energia eléctrica, que desde sempre foram por demais e frequentes, tendem a aumentar. E na maior partes das vezes, sem aviso prévio. Os danos, estes, tendem a incrementar e têm sido agastantes para quem compra um bem com muito sacrifício e, volvido algum tempo, se danifica sem, no entanto, ser por isso ressarcido. Os electrodomésticos de todos nós que, por falta de opção, nos metemos na aventura de sermos clientes da EDM, perdem-se mas a empresa continua a fazer o que não lhe compete: causar-nos tanta dor e sofrimento. As desculpas dos xicos desta companhia para a sua incompetência são de que os cortes de energia resultam do nevoeiro e da poeira. E se não é um posto de transformação que avariou por falta de manutenção, é um outro equipamento que não suporta o nevoeiro. Ou ainda porque a potência é baixa e os clientes efectuam ligações clandestinas. Afinal quando é que a EDM se vai tornar uma empresa séria, fiável e que respeita seus clientes? Xicos!

Filipe Jacinto Nyusi

Desde que foi eleito candidado a Presidente da República de Moçambique, este xico a quem foi dado o nome de Filipe Jacinto Nyusi não pára no seu posto de trabalho porque percorre o país e o mundo a vender mentiras e verdades com vista a ser eleito em Outubro próximo. A “ANYUSI” é como é tratado segundo a nova invenção do partido Frelimo. Diz-se que é uma associação, certamente inventada por outros xicos para dar suporte financeiro ao candidato na sua árdua tarefa de deixar de ser um ilustre desconhecido antes das eleições. E com vista a dar maior apoio ao xico aproveita-se aplicando uma parte dos nossos impostos nas causas alheias aos nossos anseios como povo e como Nação. Sabe-se que o projecto “ANYUSI” foi arquitectado num dos bairros caracterizados por águas negras de esgotos, onde habitam outros xicos-mor. Filipe Jacinto Nyusi terá como pilares de trabalho a promoção da unidade nacional, da auto-estima, da cultura de trabalho, de paz e do combate à pobreza. A ver vamos…

Frelimo e Renamo amnistiam-se mas esquecem as vítimas

A Frelimo, em nome do Governo e, por conseguinte dos moçambicanos, “ontem” pegaram em armas, a par do que fizeram há mais de 20 anos, e dispararam um contra o outro. Para justificar este e outros crimes, juraram que se digladiavam para defenderem os interesses do povo e a democracia. Qual povo e qual democracia qual é que é, xicos! Hoje que os seus interesses foram alcançados decidiram perdoar-se e, para o efeito, assinaram acordos, aprovaram leis, trocaram beijinhos e abraços. Mas esqueceram-se das vítimas das suas atrocidades, sobretudo de muitas crianças que por sua culpa deles crescerão órfãs.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!