Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pergunta a Tina… ela fez o teste de VIH/SIDA e o resultado foi positivo, posso divorciar-me dela?

Pergunte a Tina... sobre as vantagens e desvantagens da gravidez fora do útero

Estou com minha esposa há cinco anos. Quando teve o primeiro bebé ela fez o teste de VIH/SIDA na altura da gravidez. O resultado do teste foi negativo e nasceu um bebé saudável, graças a Deus. Ao engravidar pela segunda vez, ela fez o teste de VIH/SIDA e o resultado foi positivo. Levei a minha esposa ao hospital e pedi para me testarem. O teste acusou negativo e os médicos recomendaram que voltasse meses depois. Fui ontem com a minha irmã e a minha esposa, e os meus resultados foram negativos de novo. Os médicos recomendaram-me que usasse o preservativo nas relações sexuais com a minha esposa e esta história parece-me triste. Já fiz uma casa de alvenaria/melhorada para vivermos. Até hoje ainda não tive relações sexuais com ela! O que posso fazer? Estou confuso. Posso divorciar-me dela? Peço uma opinião.

Meu querido, vou falar-te mais sobre o VIH/SIDA do que dar-te um conselho sobre o que deves fazer com relação ao teu casamento. Penso que essa decisão é tua e da tua esposa. Quanto ao VIH/SIDA, primeiro congratulo-te por teres tomado a iniciativa de fazer o teste. Há parceiros que quando descobrem o estado seropositivo de um dos parceiros prefere não fazer o teste. O vírus do VIH é transmissível e o único tratamento que existe em Moçambique são os anti-retrovirais, que ajudam o corpo a reduzir a reprodução deste mesmo vírus. Não obstante, a infecção pelo VIH não é uma sentença de morte, pois as pessoas podem, se assim o desejarem, viver o número de anos que quiserem, seguindo correctamente o tratamento TARV. Tendo dito isto, é importante que saibas que existem casais como vocês, onde um é seropositivo e o outro não, e chamam-se casais discordantes. Isso é normal e é desejável, porque não queremos ver famílias a desfazerem-se apenas por causa de uma doença. Se a tua esposa não abandonar o tratamento, e tu continuares a fazer o controlo regular, usando ambos o preservativo, vocês irão viver o tempo de vida que desejarem. Segue o conselho do médico e procura estar sempre informado sobre a situação de saúde da tua esposa.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!