Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Automobilistas que causam acidentes de viação; António Carlos do Rosário; Vicente Chicote

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Automobilistas que causam acidentes de viação

A cada dia que passa, as estradas moçambicanas tornaram-se mortíferas, devido à irresponsabilidade crassa dos automobilistas. Todos os dias, são reportados graves acidentes de viação, que culminam com mortes de cidadãos moçambicanos, para além de causar avultados danos materiais. É chegada a hora das autoridades competentes pôr o término a atitude irresponsável dos automobilistas, punindo severamente estes bandos de Xiconhocas que estão a semear luto no seio das famílias moçambicanas.

António Carlos do Rosário

O comportamento do Governo de turno chega a roçar à insanidade mórbida, que necessita de uma intervenção urgente para reverter o quadro. Desta vez, a insensatez foi longe de mais, ao colocar António Carlos do Rosário como Presidente do Conselho de Administração (PCA) das fraudes empresas EMATUM, Proindicus e MAM. A escolha do indivíduo pouco interessa. O caricato é o facto de o sujeito ser colocado a gerir simultaneamente três empresas. A figura só pode ter super poderes ou é o mais superdotado do país!

Vicente Chicote

Há Xiconhocas que não se fartam de mentir, mesmo estando calados mentem. É o caso de Vicente Chicote que veio a público desmentir a existência de valas comuns na região centro do país, especificamente nas províncias de Sofala e Zambézia. O Xiconhoca começou por dizer mentirosamente que se tratavam apenas de 11 corpos e não 15 como foi anteriormente noticiado. Aliás, o seu posicionamento não deveria nos espantar, até porque é uma prática reiterada do Governo da Frelimo. A pergunta que não quer calar é o porquê dessa tentativa estúpida de desmentir uma situação tão óbvia?

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!