Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhoca da semana: Violadores sexuais; Edil de Moatize; Moçambicanos que não aderiram à marcha…

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Violadores sexuais

Devido aos últimos acontecimentos, urge a necessidade de se trabalhar, arduamente, para se travar as ondas de violações sexuais, cujos casos tendem a atingir níveis alarmantes, entendem os nossos leitores. Motivos mais do que suficientes para eles se preocuparem com essa situação é o que não falta. Os Xiconhocas que andam a protagonizar tais actos andam à solta pelo país. O pior é que as instituições que lidam com esses casos continuam a mostrar-se ineficientes.

Edil de Moatize

Este Xiconhoca desta semana é, sem dúvidas, um caso de estudo para uma tese de doutoramento. Não é que o indivíduo, em apenas dois meses de governação, concluiu as obras da sua moradia, que era uma autêntica ruína, localizada no cruzamento de Chithatha, naquele município. “Em 2010, o espaço era um esconderijo de malfeitores, razão pela qual a família do edil havia abandonado o local”, disse um dos nossos leitores. Bem, é caso para dizer o povo vai continuar a chupar o dedo, enquanto o presidente de município de Moatize vai resolvendo, primeiro, os seus problemas pessoais.

Moçambicanos que não aderiram à marcha contra as regalias dos deputados

Os moçambicanos continuam a mostrar que são um povo sem senso de crítica e, sobretudo, desprovido de amor à sua pátria. Na última sexta-feira (16), apenas meia dúzia de indivíduos saíram à rua para demonstrar a sua indignação perante a aprovação das leis que estabelecem regalias milionárias para os Chefes de Estado e os deputados.

Estima-se que 500 pessoas participaram na manifestação que teve lugar na cidade de Maputo, o que demonstra que o resto dos nossos concidadãos se identifica com as mordomias dos dirigentes. A célebre frase “Cada povo tem os governantes que merece” serve que nem uma luva aos moçambicanos.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!