Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Sequestradores, Damião José, Caçadores furtivos

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Sequestradores

Um bando de Xiconhocas (leia-se sequestradores) prossegue sereno nas suas acções macabras, tirando o sono do já sofrido povo moçambicano. O grupo começou por sequestrar empresários de ascendência asiática e, presentemente, decidiu virar o cano para a classe média do país, sequestrando menores de idade e exigindo resgates milionários. As autoridades policiais, como sempre, continuam inertes, o que leva a crer que essa turma especializada em exigir BI e torturar cidadãos inofensivos não age, por cumplicidade ou conforto.

Damião José

O porta-voz do partido Frelimo, Damião José, perdeu uma bela oportunidade de ficar calado. Com aquele seu característico semblante triste e à maneira de um mero funcionário público programado, qual um robô, para dizer “sim”, “yes” e “oui” a todas a perversas decisões do partido no poder, veio a público afirmar que o caso do candidato da Frelimo em Moatize, Carlos Portimão, apanhado em flagrante delito a subornar a procuradora local, foi um mal-entendido. Há Xiconhocas e Xiconhocas!

Caçadores furtivos

Não há dúvidas de que alguns indivíduos nesta Pérola do Índico agem despojados de consciência. Os caçadores furtivos são exemplos disso. Movidos pela cegueira de obter dinheiro fácil, dezenas são abatidos pela Força de Protecção do Kruger Park, na vizinha África de Sul. Os dados existentes revelam que o número de caçadores furtivos mortos é superior ao de elefantes e rinocerontes. Sinceramente, é preciso mergulhar nos eruditos tomos da Psicologia para compreender alguns comportamentos animais, quer dizer, humanos.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!