Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhoca da semana: Renamo; Alberto Simango Júnior; Violadores sexuais

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os leitores do @Verdade nomearam esta semana os seguintes Xiconhocas:

1. Renamo

Normalmente o Xiconhoca tem de ser um indivíduo. Porém, neste caso específico os nossos leitores optaram por um partido político. A escolha da Renamo para tão alto galardão da pulhice é motivada pelas declarações de altas figuras daquele partido. Dizem, os Xiconhocas, que não irão participar no processo eleitoral que se avizinha. É um direito que lhes assiste. Contudo, sabotar e impedir que o mesmo ocorra é um claro atropelo à democracia que dizem ter ajudado a parir.

Há pessoas dentro da Renamo que discordam dessa postura, mas não revelam o seu posicionamento. Preferem tocar a música delirante de um bando de líderes execráveis e anti-democráticos embora alardeiem, aqui e ali, a paternidade da democracia. Quem cala consente e quem permite esse tipo de barbaridades também é Xiconhoca. Viva a generalização…

2. Alberto Simango Júnior

As denúncias de Chiquinho Conde fazem todo o sentido. O Vilankulo FC, em todos os sentidos, parte em clara desvantagem em relação aos demais integrantes do Moçambola. Viajar via terrestre é extremamente desgastante. Os índices competitivos da única equipa de Inhambane reduzem drasticamente.

No site das LAM há registos de voos de Vilanculo para Maputo e Beira. Em Maputo temos quatro equipas no Moçambola. Na Beira temos três. O Campeonato Nacional de futebol tem 14 equipas. Maputo e Beira contam com 50 porcento do número de formações na competição.

Há voos para essas duas províncias e não perceber isso é mesmo uma Xiconhoquice de bradar os céus. A verdade desportiva é ferida sistematicamente na competição nacional por causa desse castigo imposto ao Vilankulo FC. O senhor é Xiconhoca

3. Violadores sexuais

O fenómeno não é novo, mas a forma como ocorre e a idade das vítimas sim. Há homens de barba rija a violar crianças. Isso é preocupante. Essa Xiconhoquice tem de ser impedida. A lei não pode e nem deve ser prenda. Os mecanismos de justiça devem ser eficazes. Não se pode permitir que um sacripanta que encontre prazer numa criança de dois anos respire o mesmo ar que os demais cidadãos.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!