Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhoca da semana: Manuel Cambezo, João Leopoldo da Costa, Alberto Simango Júnior

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os leitores do @Verdade nomearam esta semana os seguintes Xiconhocas:

Manuel Cambezo

O presidente do Município de Dondo, Manuel Cambezo, poderia, se assim desejasse, abrir uma universidade para formar novos Xiconhocas. É assim que os nossos leitores entendem. Julgam, ainda eles, que talento tão descomunal não pode e nem deve ser desperdiçado. Não é que o Xiconhoca inventou que qualquer reunião, neste rochedo à beira-mar, carece de autorização? Seria bom que o solícito Xiconhoca fosse ler a lei dos partidos políticos e um pouco da lei que regula o exercício de reunião e de manifestação. Não existem espaços soberanos dentro da Pérola do Índico. As leis são para todos. Até para os Xiconhocas.

João Leopoldo da Costa

João Leopoldo da Costa quer suceder a si mesmo na Comissão Nacional de Eleições. A folha de serviços deste Xiconhoca, de acordo com os nossos leitores, não só é vasta, como também pautou sempre pela parcialidade. O seu mandato, diz um leitor que se identificou como “cidadão atento”, ficou marcado pelo facto de ter impedido que tivéssemos, hoje, orgulho do nosso Estado de direito democrático. Ou seja, o Xiconhoca impediu que o MDM participasse nas eleições em todo o país. Algo que conseguiu com sucesso inusitado e beneficiou o seu partido de coração, a Frelimo.

Alberto Simango Júnior

O presidente da Liga Moçambicana de Futebol, Alberto Simango Júnior, é um grande Xiconhoca. O homem, por causa das suas ambições políticas e da famigerada disciplina partidária, aceitou que o nome do futebol fosse manchado pela mania do Governo, especificamente a ministra do Trabalho, de não reconhecer os seus erros. A comunicado de imprensa do MITRAB, nesse aspecto, é cristalino. O documento, assinado por Jafar Buana, um ex-jornalista desportivo, diz que a Liga Moçambicana de Futebol pediu desculpas ao MITRAB e prometeu resolver o problema. Afinal Simango pede desculpas mesmo quando o erro de análise reside na entidade liderada por Helena Taipo? Ou o factor Xiconhoca, fala, como sempre, mais alto?

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!