Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Wall Street sobe após discurso de Obama

A Bolsa de Nova York fechou em alta esta segunda-feira, ao final de uma sessão instável, marcada pelo discurso do presidente Barack Obama sobre a regulação financeira: Dow Jones subiu 0,22% e Nasdaq, 0,52%.

O Dow Jones Industrial Average, que esteve no vermelho durante a maior parte do pregão, finalmente ganhou 21,39 pontos, a 9.626,80 unidades, e o Nasdaq avançou 10,88 pontos, a 2.091,78. O índice ampliado Standard & Poor’s 500 subiu 0,63% (6,61 pontos) a 1.049,34. “A tendência se mantém para cima”, estimou Peter Cardillo, da Avalon Partners.

Um ano após a falência do banco de investimentos Lehman Brothers, a sessão foi marcada pelo discurso do presidente Obama no New York Stock Exchange, no qual reafirmou seu compromisso com a reforma da regulação do setor financeiro, criticando duramente os “comportamentos imprudentes” e os “excessos descontrolados”.

Mas o mercado se mostrou insensível a estas declarações: “Wall Street reconhece, em geral, que a regulação deve ser reforçada, e que é preciso se evitar os passos em falso dos últimos anos”, explicou Cardillo. “A pergunta é: que organismo regulatório será instalado?”. No início da sessão, a Bolsa esteve sob pressão pelo conflito comercial entre China e Estados Unidos, após Pequim apresentar uma ação contra Washington na Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre a aplicação de tarifas adicionais às exportações de pneus.

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu a 3,406%, contra 3,343% na noite de sexta-feira. Os títulos a 30 anos fecharam a 4,215%, contra 4,175%.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!