Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Voo TM 470 não caiu por problemas mecânicos segundo investigação preliminar

As evidências da investigação preliminar que está a ser levada a cabo nas caixas negras do avião Embraer-190 das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) mostram que o despenhamento não teve nada a ver com o funcionamento mecânico.

A constatação foi apresentada pelo Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM), órgão regulador, em conferência de imprensa havida hoje em Maputo, destinada a actualizar os dados da investigação em curso a volta das causas da queda da aeronave a 29 de Novembro que vitimou as 33 pessoas a bordo (27 passageiros e seis membros da tripulação).

João Abreu, presidente do Conselho de Administração (PCA) do IACM, disse que os gravadores de bordo de dados e voz (caixas negras) resistiram ao impacto da queda da aeronave.

Na investigação feita no local do acidente ao “electrónica cockpit voice recorder e ao electronic flight data recorder” não foi, segundo Abreu, evidenciado nenhum mau funcionamento mecânico do aparelho.

“As investigações ainda estão em curso e poderão estar concluídas mesmo antes dos 30 dias recomendados pela Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO)”, disse o presidente, acrescentando que o acidente do Embraer entra na categoria dos ?grandes acidentes?.

Desta feita, segundo a fonte, a Namíbia como país responsável pela investigação tudo fará para que a legislação relativa aos regulamentos sobre a investigação de acidentes aéreos recomendados pela ICAO sejam estritamente observados para a disseminação dos resultados.

Enquanto isso, o Ministro moçambicano dos Transportes e Comunicações, Gabriel Muthisse, desloca-se domingo a Namíbia, onde vai manter contactos com as autoridades daquele país que superintendem a Aviação Civil para se inteirar em detalhe de todo o trabalho que está a ser feito desde o fatídico dia da queda do avião.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!