Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Voleibol: Moçambique já não vai ao Campeonato do Mundo por falta de fundos

As selecções nacionais de voleibol da categoria dos sub-21, em feminino e masculino, não poderão estar, entre os dias 22 e 27 do mês em curso, no Chipre, a participar no Campeonato Mundial de Voleibol daquele escalão. A trágica decisão prende-se com a falta de fundos para o efeito.

As duplas Agostinho Tivane e Ronaldo Cuamba, em masculinos, bem como Fáuzia Mussane e Lise Cambula, em femininos, não poderão competir naquela importante prova internacional, de acordo com Pelágio Pascoal, secretário-geral da Federação Moçambicana de Voleibol.

De acordo com aquele dirigente, que falou exclusivamente ao @Verdade, a decisão prende-se com o facto de, o seu organismo, não dispor de fundos para custear as passagens aéreas das duas duplas para aquele país da Europa. Pelágio esclareceu que “pretendíamos levar as selecções de sub-17 e sub-21 para os respectivos ‘Mundiais’. Mas, à última hora, o Fundo de Promoção Desportiva, nosso principal parceiro, informou que não dispõe de fundos para custear passagens aéreas de todos, podendo, por isso, garantir a viagem dos sub-17”.

Assim sendo, fica gorado o sonho de dois atletas que, com muito esforço e dedicação, conseguiram garantir a presença na maior competição de voleibol do mundo na categoria dos sub-21. Refira-se que Agostinho Tivane, Ronaldo Cuamba, Fáusea Mussane e Lise Cambula carimbaram o passaporte (que sumiu por falta de fundos) no Campeonato Africano que teve lugar no passado mês de Maio em Maputo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!