Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Voleibol: Moçambique já não vai ao Campeonato do Mundo por falta de fundos

As selecções nacionais de voleibol da categoria dos sub-21, em feminino e masculino, não poderão estar, entre os dias 22 e 27 do mês em curso, no Chipre, a participar no Campeonato Mundial de Voleibol daquele escalão. A trágica decisão prende-se com a falta de fundos para o efeito.

As duplas Agostinho Tivane e Ronaldo Cuamba, em masculinos, bem como Fáuzia Mussane e Lise Cambula, em femininos, não poderão competir naquela importante prova internacional, de acordo com Pelágio Pascoal, secretário-geral da Federação Moçambicana de Voleibol.

De acordo com aquele dirigente, que falou exclusivamente ao @Verdade, a decisão prende-se com o facto de, o seu organismo, não dispor de fundos para custear as passagens aéreas das duas duplas para aquele país da Europa. Pelágio esclareceu que “pretendíamos levar as selecções de sub-17 e sub-21 para os respectivos ‘Mundiais’. Mas, à última hora, o Fundo de Promoção Desportiva, nosso principal parceiro, informou que não dispõe de fundos para custear passagens aéreas de todos, podendo, por isso, garantir a viagem dos sub-17”.

Assim sendo, fica gorado o sonho de dois atletas que, com muito esforço e dedicação, conseguiram garantir a presença na maior competição de voleibol do mundo na categoria dos sub-21. Refira-se que Agostinho Tivane, Ronaldo Cuamba, Fáusea Mussane e Lise Cambula carimbaram o passaporte (que sumiu por falta de fundos) no Campeonato Africano que teve lugar no passado mês de Maio em Maputo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!