Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Violência no Iraque mata 54 pessoas antes do feriado religioso xiita

Homens-bomba e atiradores mataram pelo menos 54 pessoas no Iraque, esta segunda-feira (16), disseram fontes médicas e policiais, em ataques direccionados sobretudo contra muçulmanos xiitas, que realizam um grande festival religioso na próxima semana.

Em Baiji, 180 quilómetros ao norte de Bagdad, quatro homens vestidos com cintos de explosivos tomaram uma delegacia depois de detonarem um carro-bomba estacionado em frente, disseram fontes policiais.

Dois explodiram dentro da delegacia, matando cinco policiais. Outros dois fizeram o mesmo cerca de uma hora depois, quando as forças policiais contra-atacavam, disseram as fontes.

“Acreditamos que o ataque tinha como objectivo libertar detentos mantidos no prédio vizinho”, disse o major Salih al-Qaisi, oficial da polícia, na cena do atentado. “Todos os militantes foram mortos antes de alcançarem o prédio do departamento policial onde os presos são mantidos.”

Nenhum grupo assumiu de imediato a responsabilidade pelo ataque, mas os atentados suicidas são característicos da facção iraquiana da Al Qaeda, que este ano uniu-se a sua correlata síria para formar o Estado Islâmico do Iraque e do Levante.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!