Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Violência marca segundo aniversário da revolução no Egito

Centenas de pessoas entraram em conforto com a polícia egípcia na praça Tahrir num início violento do segundo aniversário da revolta que tirou Hosni Mubarak do poder e levou a eleição de um presidente islâmico, que está agora no centro dos protestos.

Os opositores ao presidente Mohamed Mursi e os seus aliados muçulmanos devem concentrar-se na praça Tahrir no fim desta Sexta-feira para relembrar as demandas da revolução que eles dizem ter sido traída pelos islâmicos.

A praça estava calma no meio do dia, após confrontos de manhã entre a polícia e manifestantes que atiraram coquetéis Molotov enquanto tentavam aproximar-se de um bloqueio a prédios do governo perto da praça.

Nuvens de gás lacrimogéneo da polícia tomaram o ar. O Ministério da Saúde disse que 16 pessoas ficaram feridas.

A polícia chegou a usar um dos coquetéis Molotov lançados contra si para incendiar pelo menos duas tendas erguidas pelos manifestantes, disse uma testemunha da Reuters.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!