Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Vésperas do Natal manchadas pelo aumento de acidentes de viação e de agressões físicas em Maputo

Nas últimas 72 horas, isto é, entre 21 e 23 de Dezembro, o Hospital Central de Maputo (HCM) recebeu 452 pessoas com diferentes contusões resultantes de acidentes de viação e de agressões físicas, contra 359 em 2011. Há um aumento de 93 casos, segundo o médico ortopedista traumatologista e porta-voz daquela maior unidade sanitária na capital de Moçambique, Raúl Cossa.

Na manhã desta segunda-feira (24), Raul Cossa disse à Imprensa que a direcção do hospital está deveras preocupada em relação aos acidentes de viação uma vez que duplicaram: de 71 pessoas acidentadas, de 21 a 23 de Dezembro de 2011, o número subiu para 131 no mesmo período deste ano. O incremento foi de 60 casos. Houve também 84 indivíduos que se envolveram em agressões físicas, contra 60 do ano passado.

Em igual período de 2011, no geral, o HCM recebeu 1.239 pacientes, contra 1.118 deste ano. Desta cifra, 666 padeciam de diferentes enfermidades e 452 de traumas. “No geral o número de doentes que recebemos é inferior ao verificado em igual período do ano passado. Mas estamos preocupados com o aumento dos acidentes de viação.”

No HCM encontram-se internadas seis pessoas, das quais uma criança sob cuidados intensivos, vítimas do sinistro ocorrido na última sexta-feira (21) em Maluana, no distrito da Manhiça, província de Maputo. A sétima pessoa já teve alta e oitava pereceu a caminho do hospital, de acordo com Raúl Cossa.

Refira-se que no acidente de Maluana morreram total 14 pessoas. O mesmo foi causado pelo excesso de velocidade, o que fez com que um dos pneus rebentasse. O mini-bus no qual as vítimas viajam chocou numa outra viatura e não se pôde evitar o pior. Cossa disse que o HCM tem acima de 200 unidades de sangue para fazer face a este e outros tipos de situações.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!