Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

‘@Verdade Editorial: O Estado da Nação é péssimo

O Informe Anual apresentado, esta semana, pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, na Assembleia da República mostrou- nos que o Chefe de Estado moçambicano mantém-se firme para se tornar especialista na arte de vender peixe podre, ou dito sem metáfora, num trapaceiro inescrupuloso. Pois, não é necessário um advinho, muito menos estatísticas e tampouco os relatórios toscos que são lavrados nalguns escritórios na cidade capital para ver o quão o país caminha, a passos largos e alegremente, para a desgraça.

Ao longo da sua governação, a situação dos moçambicanos tem ido de mal ao pior. A pobreza tem vindo aumentar, assim como o poder de compra tem vindo a decrescer. O salário mínimo está aquém de satisfazer as necessidades elementares de alimentação do cidadão comum. Cresce o número de moçambicanos que morrem nas filas de uma unidade sanitária à espera de cuidados hospitalares. Centenas de indivíduos foram obrigados a abandonar as suas zonas de origem devido a um conflito armado que tende a alastrar-se a cada semana que passa.

Aliado a isso, assistimos, quase todos os dias, aos inexplicáveis sequestros, aos assassinatos de membros do partido da Oposição, para além do recrudescimento da criminalidade a escala nacional. Porém, assessorado por profissionais de muito mau gosto que vêem o país trancados numa sala climatizada e de persianas fechadas, o Presidente da República teve a petulância de dizer que o Estado da Nação mantém-se firme. Só um indivíduo sem réstia de sentimento e que leva uma vida principesca é capaz de afirmar tamanha estupidez.

É, diga-se em abono da verdade, deveras vergonhoso e preocupante quando um Chefe de Estado não tem a humildade suficiente para aceitar publicamente que, como um país, temos estado a dar passos significativos para trás.

Os acontecimentos dos últimos tempos são motivos mais do que suficientes para o Senhor Presidente pôr a mão na consciência. Mas parece que Nyusi, apoiado por mafiosos de que é constituído o Governo e o partido Frelimo, mantém-se firme nos seus cânticos fúnebres e ilusórios de que as condições de vida dos moçambicanos melhoraram.

Sejamos honestos, camarada Presidente Nyusi! As coisas estão mesmo más neste país. Continuamos a caminhar firmemente para o abismo, ou seja, para o pântano da desgraça. Não adianta, portanto, escamotear essa realidade.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!