Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

‘@Verdade EDITORIAL: Excelentíssima Senhora PGR, tenha vergonha

Excelentíssima Senhora Procuradora Geral da República, pare de gastar os nossos impostos contra nós (o povo) e use-os para punir os verdadeiros criminosos ou ainda garantir que os moçambicanos tenham acesso a uma justiça célere e justa.

Devia, inclusive, começar por investigar dentro das suas portas onde os nossos impostos são usados para fazer compras sem sequer observar as leis moçambicanas, das quais deveria ser a guardiã, que obrigam a concurso público, ainda por cima os bens comprados a servidores públicos.

Sabemos que foi indicada e empossada pelo antigo Presidente da República, Armando Emílio Guebuza, mas não gaste os nossos impostos nessa quimera contra a nossa Liberdade de Expressão. Use-os antes para responsabilizar quem ilegalmente foi endividar o país em centenas de milhões de dólares que nem sequer entraram para os cofres públicos.

Faça cumprir a Lei Orçamental pontapeada pelo Governo passado, no caso EMATUM, e descubra também nos bolsos de que moçambicanos foi parar esse dinheiro porque os barcos, de pesca e de guerra, não custaram nem metade daquilo que nos deixaram como dívida.

Use os nossos impostos para fazer o Governo cumprir a Lei de Terras em Afungi, e também esclarecer-nos em que fase processual está a gestão danosa do extinto Banco Austral e ainda o assassinato do ex-presidente interino do Conselho de Administração desse banco, António Siba-Siba Macuácua.

Em vez de recorrer de um caso em que um cidadão fez uso apenas dos seus direitos constitucionais, esclareça o mau uso dos nossos impostos pelo Instituto Nacional de Segurança Social, quer pela antiga Ministra do Trabalho, Maria Helena Taipo (hoje governadora da província de Sofala) ou mesmo por outros funcionários seniores dessa instituição que adquiriram residências, remodelaram uma com valores astronómicos e realizaram outras operações de gestão danosa até aqui não esclarecidas.

Não se limite a processar a “raia miúda” que continua a mamar nas tetas do erário. A Senhora Procuradora tem matéria para responsabilizar vários “tubarões” que se banqueteiam com os nossos impostos.

Aplique as leis para que tenhamos mais confiança na justiça dos tribunais e não tenhamos que fazê-la com as nossas próprias mãos.

Use a Lei para julgar os caçadores ilegais, os cabecilhas da caça ilegal e para processar os delapidadores da nossa fauna! Até pela degradação do Parque dos Continuadores existem responsáveis, não só pelo mau estado mas também por receberem fundos para a sua reabilitação sem nada fazerem.

Não se deixe guiar pelos políticos, seja antes a guardiã da Constituição e das leis do nosso país aplicando-as em benefício do povo, ou então tenha vergonha e saia.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!