Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Venezuela diz que número de mortos em protestos subiu para 28

A procuradora estatal da Venezuela disse, esta quinta-feira (13), que o número de mortos em um mês de protestos violentos no país subiu para 28, enquanto o tribunal superior ordenou que os prefeitos da oposição desmantelem barricadas feitas por manifestantes nas ruas.

A procuradora Luisa Ortega Díaz falou nos bastidores do Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra que 1.293 detentos foram libertados e 104 permaneciam sob custódia, acusados de crimes graves durante as manifestações anti-governamentais.

“Precisamos de garantir que não haja impunidade e deve ser feita uma investigação completa para determinar se as pessoas detidas são autoras desses homicídios”, disse ela. O presidente Nicolás Maduro, um ex-motorista de autocarro eleito no ano passado para suceder o falecido ex-presidente Hugo Chávez, declarou vitória sobre uma tentativa de “golpe” e não parece estar sob risco de ser deposto.

Os manifestantes, alguns dos quais juraram permanecer nas ruas até que ele deixe o poder, exigem mudanças políticas e o fim da alta inflação, das taxas de criminalidade e da escassez de produtos básicos, como leite, farinha e óleo de cozinha nas lojas.

Três disparos fatais na quarta-feira no Estado central de Carabobo foram as últimas mortes registadas nos confrontos diários entre oponentes de Maduro, seus apoiantes e membros das forças de segurança. Mais de 300 pessoas ficaram feridas nos protestos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!