Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Venezuela declara 90 dias de “emergência” no setor elétrico

O governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou uma “emergência” de 90 dias no setor elétrico do país nesta terça-feira para acelerar os trabalhos em infraestrutura e a importação de equipamentos necessários para evitar cortes no fornecimento de energia.

Autoridades atribuíram os apagões periódicos à sabotagem e ao consumo excessivo, enquanto críticos dizem que o setor está a sofrer de má gestão e ineficiência, após a nacionalização do setor pelo líder socialista Hugo Chávez.

Maduro, que venceu eleições neste mês para suceder o seu ex-mentor Chávez, prometeu um governo de “eficiência” para enfrentar problemas cotidianos de falta de energia que atingem a nação sul-americana de 29 milhões de habitantes.

Um decreto no diário oficial ordenou a empresa estatal de energia Corpolec a adotar todas as medidas “técnicas e económicas” necessárias para manter os serviços de eletricidade e autorizou as Forças Armadas a proteger importantes instalações contra “vandalismo e ataques”. “Se não equilibramos esse investimento em geração com uso mais racional da energia, é difícil manter um sistema como esse estável”, disse o novo ministro de Eletricidade do país, Jesse Chacón, ao explicar as medidas e os pedidos para economizar energia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!