Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Uso de recursos externos baixa para 14,9% em 2012

O uso de recursos financeiros externos deverá reduzir para 14,9% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2012, fruto da crise financeira mundial, pressões orçamentais nos países parceiros de Moçambique e fortificação da moeda moçambicana, o Metical, face às principais moedas externas de maior circulação no país.

Em 2011, o recurso a fontes externas é estimado em cerca de 16,1%, segundo o ministro das Finanças, Manuel Chang, realçando que, por tipo de financiamento, vai-se notar igualmente em 2012 uma redução em percentagem do PIB dos donativos e créditos para projectos e apoio ao Orçamento do Estado, em taxas de 0,6 ponto percentual, 1,7 ponto percentual e 0,9 ponto percentual, respectivamente.

Portugal

Chang enfatizou, entretanto, que, em 2012, haverá incremento nos acordos de retrocessão, face a 2011, justificado pela incorporação da linha não concessional do crédito português para reabilitação de estradas no valor de 3752,7 milhões de meticais.

Entretanto, a receita do Estado para 2012 está fixada em 95.538 milhões de meticais, representando cerca de 22% do PIB, mais 0,7 ponto percentual em relação à previsão de cobrança de receitas para 2011.

As despesas do Estado representarão a taxa de 37,5% do PIB, menos 0,6 ponto percentual, face a 2011.

De referir ainda que, em 2012, o crescimento económico será de 7,5% e a taxa de inflação deverá ser contida em cerca de 7,2%, enquanto as exportações serão de 3020 milhões de dólares.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!