Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

USD 6,1 milhões para dessalinização de águas subterrâneas

Um projecto-piloto de dessalinização de águas subterrâneas, orçado em 6,1 milhões de dólares norteamericanos, está em desenvolvimento no distrito de Chicualacuala, em Gaza, para posterior disseminação da experiência por 30 distritos que registam baixos índices de produtividade agrícola devido à contaminação do sal.

O programa é financiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e deverá ser aplicado nos próximos cinco anos nas regiões do Sul e Centro de Moçambique que apresentam terras semi-áridas e com baixa precipitação pluviométrica, segundo Alcinda Abreu, ministra para a Coordenação da Acção Ambiental (MICOA), salientando que a iniciativa vai servir para “a exploração da nova estratégia de dessalinização de águas subterrâneas em qualquer região do país”.

“Um número significativo da população daquelas regiões está a consumir água imprópria devido à elevada salinização do lençol freático”, salientou aquela dirigente, realçando que a medida visa ainda minorar os efeitos negativos da desertificação e seca originados pelas mudanças climáticas no mundo. De acordo com Abreu, um dos principais impactos das mudanças climáticas, em Moçambique, será sentido no suprimento de água, facto que “leva o Governo a condicionar a apresentação de estudos de impacto ambiental para aprovação de projectos de média e grande dimensão”.

Dados do Ministério da Agricultura apontam que devido ao efeito das mudanças climáticas a temperatura, em Moçambique, tem estado a aumentar a uma média de 1,1 grau centígrado a 1,6°C nos últimos 45 anos, fenómeno que, na época agrícola 2009/ 2010, deverá ser responsável pela perda de cerca de 39% dos cinco milhões de hectares de sementes cultivados nas regiões Sul e Centro do país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!