Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

USD 10 milhões para recuperação da indústria de produção de sementes

Cerca de 10 milhões de dólares norte-americanos deverão ser desembolsados ao longo de 2010 pelo Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) para reactivação da indústria de produção de sementes em Moçambique e incremento de actividades de investigação agrícola.

O investimento visa reduzir a importação daquele tipo de insumos, segundo Maria Zemmermann, representante do FAO em Moçambique e Suazilândia, realçando que a agricultura comercial moçambicana está cada vez mais dependente da importação de sementes da África do Sul, “facto que deverá alterar, brevemente, com a reactivação da produção local de sementes”.

Zemmermann justificou a alocação do investimento realçando que “o custo da produção e distribuição local de sementes resulta em preços que as tornam não acessíveis para a maioria dos agricultores de subsistência”.

A FAO, refira-se, acaba de canalizar cerca de 350 mil dos perto de USD 9,5 milhões desembolsados pelos parceiros internacionais de cooperação com Moçambique, para apoiar o Governo moçambicano a definir melhores estratégias de desenvolvimento da Agricultura, visando alcançar-se os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Presentemente, aquela agência da família da Organização das Nações Unidas (ONU) financia em Moçambique cerca de 40 projectos de diferentes ramos de actividade, com destaque para Indústria Pesqueira, Comércio e Mercados, extensão agrícola, Agricultura e Saúde animal, gestão ambiental e recursos naturais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!