Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Unidade militar do filho de Khadafi pode ser seu último recurso

O poder do líder líbio, Muammar Khadafi, sobre seu país pode depender, em parte, do desempenho de uma unidade militar de elite liderada por um dos seus filhos mais novos, segundo autoridades de segurança e inteligência dos Estados Unidos e da Europa.

As autoridades norte-americanas e europeias, assim como documentos secretos do Departamento de Estado obtidos pelo WikiLeaks, descrevem a 32a Brigada da Líbia, liderada por Khamees Khadafi, como um grupo relativamente bem armado de forças especiais que, segundo o documento, é um dos últimos recursos do líder líbio como “unidade de proteção do regime”.

A 32a é a mais importante das três “unidades de proteção do regime”, que juntas totalizam cerca de 10 mil homens, segundo autoridades norte-americanas. Essas unidades são as únicas forças armadas diretamente fiéis a Khadafi, enquanto o resto do Exército é composto principalmente de recrutas e está sofrendo um alto índice de deserção, disseram as fontes.

Algumas testemunhas na Líbia afirmam que a 32a Brigada estava envolvida em combates contra algumas forças insurgentes.

Na quinta-feira, uma testemunha disse à Reuters por telefone que a unidade controlada por Khamees Khadafi havia atacado milícias contrárias ao governo que controlavam a cidade de Misrata, a 125 quilômetros de Trípoli, matando algumas pessoas.

Segundo autoridades norte-americanas, apesar de a 32a Brigada ter armamentos avançados e alta confiança, comparada-se às outras unidades militares da Líbia, não está claro o quanto está envolvida no combate para manter Khadafi no poder.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!