Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

União Europeia atribui ajuda financeira à Irlanda

O primeiro-ministro da Irlanda, Brian Cowen, anunciou que os ministros europeus das Finanças já concordaram atribuir ajuda financeira à Irlanda, na sequência do pedido de ajuda deste país ao fundo europeu.

 

 

Cowen acrescentou que os detalhes do acordo serão negociados nos próximos dias: “O pedido do governo foi transmitido às autoridades europeias, que já acederam ao nosso pedido.

Segue-se agora um processo formal de negociações para estabelecer um programa de ajuda. Isto será negociado pelo governo com a Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional em ligação com o Banco Central Europeu. Espero que o acordo esteja finalizado nas próximas semanas.”

O primeiro-ministro da Irlanda avisou que a população se deve preparar para medidas de austeridade: “Os bancos irlandeses tornar-se-ão significativamente menores do que aquilo que foram no passado, de forma a que, gradualmente, possam voltar a erguer-se pelos seus próprios pés.

O segundo elemento do acordo será a aprovação de um programa para reduzir o défice orçamental. Isto quer dizer que o governo terá de aumentar os impostos e reduzir as despesas aos níveis que sejam possíveis’.

Segundo o ministro irlandês das Finanças, Brian Lenihan, o empréstimo deverá ser inferior a 100 mil milhões de dólares e será usado para diminuir o défice orçamental para 3% do PIB até 2014.

Em comunicado conjunto, os ministros europeus das Finanças elogiaram o pedido irlandês de auxílio e disseram ter concordado em fornecer empréstimos ao país.

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, disse que solucionando o problema irlandês será mais fácil evitar o contágio de outros países: “Não estamos a defender um estado-membro. Estamos a defender a estabilidade da nossa moeda comum e é por isso que criámos esta rede de segurança.”

A Suécia e a Grã-Bretanha já anunciaram que poderão fazer empréstimos adicionais à Irlanda.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!