Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Uma gêmea torturada por Mengele volta a Auschwitz depois de 65 anos

Eva Mozes, uma das gêmeas submetidos às terríveis experimentações do dr. Josef Mengele em Auschwitz, voltou na quarta-feira ao local de seu suplício por ocasião das cerimónias em memória do 65º aniversário da libertação desse campo de extermínio nazista.

“Meus pais e nossa irmã mais velha foram mortos 30 minutos depois de chegar ao campo. Nunca mais os vi. Eles desapareceram sem deixar rastros”, conta Eva Mozes, de 75 anos e que actualmente mora em Indiana, nos Estados Unidos. “Minha irmã e eu não fomos mortas porque éramos gêmeas”, acrescentou. Eva e Miriam, judias húngaras, foram deportadas em maio de 1944 para Auschwitz-Birkenau de um povoado romeno, e tatuadas com os números A7063 e A7064. Tinham então dez anos de idade.

As duas sobreviveram à triste experiência, mas Miriam faleceu em 2003. Eva Mozes recorda que, depois de tomar uma injecção, ficou muito doente, com uma febre muito alta. “Mengele veio um dia com outros quatro médicos nazistas e disse: ‘ela vai morrer em duas ‘. Mas eu decidi resistir e lutar para sobreviver”. No braço tatuado, Eva usa sempre um bracelete gravado com as palavras “Never give up. Forgive” (Nunca desista. Perdoe). “Perdoei os nazistas em 1995 e foi como uma segunda libertação.

Fui libertada por soldados em 1945, e libertada de novo quando perdoei os nazistas”, enfatiza. O nazista alemão Josef Mengele era um dos médicos encarregados da seleção dos deportados que chegavam a Auschwitz-Birkenau, onde foram assassinados 1,1 milhão de pessoas, das quais um milhão era de judeus. Apelidado de “Anjo da Morte” pelos detidos, Mengele mandava para as câmaras de gás as crianças, os idosos e todos a quem considerava muito fracos para trabalhar.

No final da guerra, fugiu para a América Latina usando uma falsa identidade. Morreu no Brasil em 1979 num acidente de afogamento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!