Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Um colírio para as adeptas

Um colírio para as adeptas

Quando se trata do Mundial , a febre do futebol geralmente ataca os homens, mas as mulheres, que também gostam um bom futebol, encontraram no Mundial um outro grande atractivo para acompanhar as partidas: a presença de um grande número de jogadores que são um colírio para as aficionadas.

Sem marcar pela selecção portuguesa desde fevereiro do ano, Cristiano Ronaldo anda em baixa entre os adeptos, quer dizer, os homens, porque entre as adeptas a situação é outra: “Ele é o mais lindo, o que mais me enche os olhos”, derrete-se a mexicana Rosana num fórum na internet sobre o assunto. A revista britânica “OK” aproveitou os tempos do Mundial e fez um ranking dos jogadores mais bonitos em campo na África do Sul. Os critérios de desempate aqui deixaram a ser saldo de golos e afins e deram lugar à coxa mais bonita, os músculos mais definidos e por aí vai.

No topo estão o inglês David Beckham, que soube como nenhum outro jogador transformar a beleza em dinheiro, pois até propaganda de cueca já fez. Em seguida vem o sueco Fredrik Ljungberg, finalmente na frente de Ronaldo – o luso, obviamente. O guarda-redes inglês David James – em homenagem às que gostam de mais velhos, porque é o jogador mais velho neste Mundial, com quase 40 anos – e o médio Frank Lampard vêm na frente do francês Thierry Henry (modelo da Armani) e do espanhol Fernando Torres.

Algumas grifes, como Calvin Klein e Pepe Jeans, já entraram no jogo do mulherio e investem pesado na escalação desses jogadores como modelos, garantia de um golaço no mercado de peças como cuecas. “Quando a Argentina joga, gosto de vestir a camisa da selecção.

Meu jogador preferido é Kun Agüero”, diz uma adolescente argentina. “Mas não pelo que ele joga, mas pelo lindo que ele é”, ressalta. A famosa revista “Vanity Fair” não quis perder a boquinha e fez um ensaio com os jogadores mais bonitos deste Mundial. Numa edição que chegou às bancas antes de a competição efectivamente começar, o próprio Cristiano Ronaldo, além do marfinense Didier Drogba e o camaronês Samuel Eto’o e outros nomes, posaram de cueca para a famosa fotógrafa Annie Leibovitz. O jogador Kaká apareceu mais comportado, como pedira a mulher, evangélica como ele. “Mesmo quem não sabe tudo de futebol vê que a selecção italiana é a que tem os mais bonitos”, escreveu a adepta Catalina Acosta num site de mulheres.

Na Espanha, além de Fernando Torres, Iker Casillas é outro capaz de deixar as adeptas da Fúria vermelhas de tanto gritarem. Em 2009, a revista espanhola ‘Don Balón’ ouviu a opinião de 15 mulheres para apontar o jogador mais bonito do país. Ganhou o avançado Gerard Pique, do Barcelona.

A edição em espanhol da “People” incluiu o atacante mexicano Giovani dos Santos (Galatasaray-TUR) na já tradicional lista dos 50 mais bonitos. Na Alemanha de 2006, Roque Santa Cruz, capitão paraguaio neste Mundial, conquistou graças à beleza original o primeiro lugar no ranking do jornal alemão “Die Welt”, na frente de Raúl e Luis Figo. Apesar da péssima campanha naquele Mundial, o metrossexual Crisitiano Ronaldo havia ficado em primeiro lugar no ranking de uma revista gay da Holanda.

Será que este ano consegue de novo?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!