Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ucrânia proíbe todas as companhias aéreas russas de sobrevoarem o seu território

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Yatseniuk, ordenou nesta quarta-feira o encerramento do espaço aéreo ucraniano a todas as companhias aéreas russas, que não poderão mais sobrevoar o seu território com destino a terceiros países.

“Peço ao Ministério das Infraestruturas que informe à parte russa sobre o fecho do espaço aéreo para todas as companhias aéreas russas sem excepção e da paralisação de todo o transporte de passagem” por ar, disse Yatseniuk em reunião do seu gabinete de ministros.

Uma fonte russa afirmou à agência “Interfax” que as companhias aéreas russas já evitam sobrevoar o território ucraniano por motivos de segurança. Kiev já proibiu a comunicação aérea entre os dois países, medida que entrou em vigor há um mês e que foi respondida simetricamente por Moscovo.

Até agora, no entanto, a proibição adoptada pela Ucrânia não afectava os voos sobre o território ucraniano rumo a terceiros países, com excepção dos de transporte de cargas de uso militar, de duplo uso (civil e militar) ou de tropas russas.

A Rússia qualificou então de “disparate” a proibição da comunicação aérea entre os dois países ao lembrar que cerca de 70% dos passageiros dos voos entre Rússia e Ucrânia eram cidadãos ucranianos. Cerca de 40% dos passageiros ucranianos que aterravam em Moscovo em voos da Aeroflot, a companhia aérea de bandeira russa, seguiam viagem para outros lugares do planeta, segundo as autoridades russas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!