Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ucrânia abre processo por traição contra o chefe da Marinha que se rendeu

A Ucrânia abriu um processo de traição contra o comandante da Marinha que se rendeu no seu quartel-general, este domingo (2), no porto de Sebastopol, na Crimeia, no seu segundo dia no cargo.

Denis Berezovsky foi mostrado na televisão russa a jurar lealdade aos líderes regionais pró-Rússia na Crimeia. As forças russas tomaram controle sobre a península da Crimeia e ordenaram a militares ucranianos para entregarem as suas armas.

“Durante o bloqueio do quartel-general da Marinha pelas forças russas, ele recusou-se a oferecer resistência e abaixou as armas”, disse Viktoria Syumar, do Conselho de Segurança da Ucrânia. Outro almirante, Serhiy Hayduk, foi colocado no comando da Marinha ucraniana.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!