Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tropas da ONU libertam 67 reféns na República Centro-Africana

As tropas de manutenção de paz da Organização das Nações Unidas(ONU) na República Centro-Africana libertaram 67 reféns sequestrados por milícias, confirmou a porta-voz da missão Minusca, esta quarta-feira (29).

Quatro mulheres foram sequestradas na capital, Bangui, enquanto o restante foi levado de várias partes no interior do país, disse a porta-voz Myriam Dessables a repórteres numa entrevista colectiva. Todos foram libertados depois da acção militar das tropas da ONU.

A libertação representa uma notícia positiva para os civis e a missão da ONU num país mergulhado no caos quando os rebeldes seleka, de maioria muçulmana, tomaram o poder num país de maioria cristã em Março de 2013, derrubando o presidente François Bozizé.

O governo do grupo seleka ficou marcado por abusos que geraram reacção da milícia de maioria cristã e anti-Balaka. O líder seleka, Michel Djotodia, cedeu à pressão internacional e foi para o exílio em Janeiro.

“No centro do país, no dia 21 de Outubro, cerca de 60 pessoas foram sequestradas pelos ex-selekas. A forte intervenção de um batalhão da República Democrática do Congo permitiu que os reféns fossem libertados”, disse.

Os sequestros aconteceram no meio de uma onda de violência na capital no início deste mês, na qual a ONU disse que pelo menos 13 pessoas morreram. Dessables disse que um batalhão de Ruanda descobriu na tarde da terça-feira que civis tinham sido sequestrados e estavam a ser mantidos em cativeiro no bairro de Kina, na capital.

Eles foram capazes de conseguir a libertação de todas as quatro mulheres. Os reféns disseram que foram detidos por dias pelas milícias anti-Balaka que os acusou de serem traidores por terem vendido produtos no mercado no bairro de maioria muçulmana KM-5, segundo a Dessables.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!